Home » , , » O Homem que queria ser rei (1975) – LEGENDADO

O Homem que queria ser rei (1975) – LEGENDADO



Narrado em flashback por um velho aparentemente perturbado (Caine) a Rudyard Kipling (Plummer), na redação de seu jornal, o filme conta a história de dois rudes ex-soldados britânicos, expulsos do exército, que no século XIX se dirigem à Índia, então sob domínio da Grã-Bretanha, em busca de aventuras e riquezas e acabam se tornando reis do povo da longínqua e inexplorada região do Cafiristão, onde nenhum homem branco havia posto os pés desde Alexandre, o Grande.

Considerados seres divinos pelos habitantes locais, após Daniel Dravot (Connery) ser ferido em batalha por uma flecha no peito e nem sangrar nem morrer (a flecha na verdade entrou numa bandoleira de couro que ele usava embaixo da roupa) os dois usufruem a realeza lhes concedida pela população, até serem desmascarados pela noiva escolhida para Drevot, a linda nativa Roxana (papel feito pela esposa marroquina de Caine, Shakira) que morde Drevot na noite de núpcias se negando a ser possuída e mostra a todos que ele pode sangrar, não sendo então uma divindade.

O velho que conta a história a Kipling é Peachey Carnehan, o sobrevivente da aventura.

Trata-se de uma história fundamentada na filosofia maçônica e trás dentro de seu contexto vários ensinamentos da Ordem, sendo que vários participantes da obra são maçons, como o próprio Sean Connery. Um de seus principais ensinamentos alude à ambição dos Homens que em nome do poder e da vaidade acabam perdendo até mesmo o seu mais precioso bem, a vida.

A pedido de Flávio

OBS: COLOQUE O VÍDEO VK EM (240) "CARREGA MAIS RÁPIDO" COMENTE SOBRE O FILME = DEIXE SEU COMENTÁRIO.
Antes de começar a assistir o filme, dê o play e em seguida dê o pause. Aguarde alguns minutos para o vídeo carregar um pouco e não travar.
# compartilhe :

0 comentários :

Postar um comentário